Olá

Bem vindo ao Coisas da Alma!

Despretensiosamente levando um pouco de espiritualidade ao mundo!

Conheça o http://aalmadascoisas-annapon.blogspot.com/, blog parceiro do Coisas da Alma.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

O efeito sombra

Olá!
Compartilho esse excelente vídeo que trata das questões de nossas sombras íntimas.
Relatos interessantes nos convidam a viajar em nossa intimidade a fim de identificarmos, dentro de nossos corações e mentes, fatos que negamos, mas que nos atrapalham muito na vida.
Bom filme,
Annapon




sexta-feira, 11 de abril de 2014

Carmem Maria








Olá!

Compartilho mais uma alegria!

A obra "Carmem Maria" enfim foi lançada ao mundo!

Esse é um momento muito especial, de alegria intensa e de profunda gratidão a Deus e à espiritualidade.
Foram anos de luta até que essa obra se concretizasse fisicamente, foi difícil, complicado, mas ai está e é com muita satisfação e amor que a apresento a vocês.
Sei que nem todos terão acesso à sua aquisição, mesmo assim a apresento com muito carinho aos seus futuros leitores e a todos!
Tudo começou num centro espírita Kardecista onde trabalhei como médium por muitos anos.
Foram bons anos, fiz boas amizades que conservo até os dias de hoje e, em um determinado dia, enquanto realizávamos os costumeiros trabalhos mediúnicos, Carmem se apresentou e deixou uma mensagem. Essa mensagem foi muito expressiva e incomum, por isso senti que além da breve mensagem, algo mais existia. Naquele momento não identifiquei, foi preciso que se passasse um bom tempo até que compreendesse a vontade de Carmem, o que ela queria era contar sua história.
Na época eu me encontrava envolvida com outra obra, "A História de Pai Inácio", também publicada pela Editora do Conhecimento que abriu suas portas para que as histórias trazidas à mim pela espiritualidade se materializassem, agradeço de coração à eles por tudo, dessa forma, engajada em outros trabalhos e obra, aguardei o momento oportuno para que fosse possível a conexão com Carmem.
E assim foi; a obra "A História de Pai Inácio" foi publicada com as bençãos de Deus e da espiritualidade amiga, em seguida iniciei o trabalho com o espírito de Carmem que me transmitiu, mediunicamente, sua história.
Dois anos se passaram até a conclusão da obra que hoje vem ao mundo sob o título "Carmem Maria", aliás, título original.
Pela extensão da obra, bem como, por conta de sua complexidade, foram necessários alguns meses até que sua revisão ortográfica e gramatical fosse concluída e, nesse espaço de tempo, Pai Inácio e Mãe Joana me convocaram a outro trabalho que foi publicado pela mesma editora com o título " A Cabana de Pai Inácio", originalmente chamado Esperança, mas, esse é apenas um detalhe, uma curiosidade acerca do universo da psicografia e sua apresentação final aos leitores.
Enquanto a obra "Carmem Maria" passava pelo crivo da revisão, "A Cabana de Pai Inácio" foi concluída e publicada, percebam o grau de dificuldade que passei com a história da Carmem.
Revisada, finalmente, a custos altos, porém justos, enviei a obra para que a editora avaliasse, meses se passaram e a resposta parecia nunca chegar. Insisti, persisti até que o sinal verde, da editora abriu-se deixando em meu rosto um sorriso largo.
Entre a resposta afirmativa, até a publicação da obra, passaram-se meses, longos meses de expectativa, acertos, ajustes, resumindo, "Carmem Maria", a obra, foi concluída há quase dez anos, mas, é assim. A psicografia tem vida própria e só alça voo quando está realmente pronta para voar.
Compartilho essas curiosidades por considerá-las, de alguma forma, úteis àqueles que tem interesse sobre o assunto ou pretendam realizar trabalho semelhante.
Descrever a sensação de alegria, de dever cumprido, de amor a esse trabalho que é tão solitário e exigente, é impossível, pois palavras são insuficientes.
Sinto que a mensagem transmitida por Carmem nessa obra, alcançará muitos corações, provocará reflexões profundas acerca da vida e tenho a nítida impressão de que é uma história especial e que abrirá novos horizontes e caminhos em minha trajetória mediúnica e por que não dizer de vida.
Agradeço o apoio de algumas pessoas muito especiais que estiveram e estão comigo sempre e sem condições.
Agradeço a Carmem pela confiança e pela presença sempre alegre, lúcida e verdadeira.
Pelo trabalho que realizamos na Umbanda, agradeço muito a ela que se apresenta como uma mulher cigana, de mesmo nome, Carmem.
Sempre pronta a bem aconselhar, sorrindo e espalhando perfume de rosas pelo ar, ela encanta, mas, principalmente, me encanta, ensina e energiza.
Por cada momento que passamos juntas escrevendo e por cada atendimento realizado eu agradeço e sei que ela seguirá sempre comigo por onde quer que eu vá.
Pelos risos, lágrimas, desconfianças, dificuldades, alegrias, muito obrigada, Carmem!
Agradeço ainda a todos os espíritos que estiveram conosco durante o trabalho de psicografia, aos guardiões e guardiãs, agradeço e saúdo!
Por todo o aprendizado que fica eu agradeço, pois cada linha/parágrafo, foi e é uma lição de vida.
A todos vocês, com carinho e gratidão apresento a obra "Carmem Maria",

Annapon

sinopse:O desejo ardeu em Carmem por muitas encarnações. Seu magnetismo cruel e envolvente foi responsável pelos mais torpes delitos e injustiças. O prazer provocou a dissolução de inúmeros lares, e a revolta em muitas mulheres. O cinismo virou esperteza, a esperteza desencadeou a astúcia e esta desenvolveu nela um forte poder de sedução, que passou a ser sua maior arma diante da vida. E assim, os débitos com a Lei foram se acumulando, vida após vida. Carmem então começou a colher os frutos de sua conduta moral: condenada à fogueira pela “Santa Inquisição”, ardeu acompanhada por um grupo de almas delituosas que passou a fazer parte da trama de sua trajetória, repleta de árduas expiações.Dentre experiências de ida e vinda, Carmem reencarna em humilde família espanhola e conhece a dor do estupro, da perda do lar em tenra idade, da separação dos pais, enfim, da vida nas ruas, sob o jugo da caridade alheia. Tem início aí a sofrida busca dessa alma para vencer sentimentos mesquinhos e ganhar a liberdade, depois de longo período de escravidão.
Detalhes instigantes do esquema traçado pelo Alto para que a nova missão de Carmem tenha êxito são narrados por guardiões que amparam a sua trajetória nos dois lados da vida. Trama envolvente, que aborda temas fortes, cercados de preconceitos e tabus, que mexe com sentimentos e atavismos dos seres, e que esclarece principalmente importantes aspectos ligados às bases de um projeto expiatório, faz prender a atenção do leitor pelo dinamismo com que é narrada. Carmem Maria é um romance para muitos, mas preferencialmente para aqueles que querem aprender pela luz do esclarecimento.

sábado, 1 de março de 2014

Pai Ronaldo Linares - Santuário Nacional de Umbanda -

Olá!
Aos meus irmãos, Umbandistas e simpatizes, com muito carinho ofereço esse post!
Agradeço a Rodrigo Queiroz e Alexandre Cumino pela ímpar oportunidade de estudar Teologia de Umbanda, pela plataforma EAD do ICA, Instituto Cultural Aruanda, que tem me proporcionado momentos emocionantes e ricos, como é o caso do vídeo abaixo.
Tenho certeza que, assim como eu, muitos que ainda não tiveram acesso às informações transmitidas nesses 54:35 de história pura da Umbanda, também se emocionarão.
Rodrigo Queiroz entrevista Pai Ronaldo Linares que nos conta, de forma muito bem humorada e gentil, em breves palavras, como foi fundado o Santuário Nacional de Umbanda e, muito emocionado, relata sua experiência ao encontrar, pela primeira vez, nosso amado Zélio F. de Moraes.
Há muito não me emocionava assim, creiam, isso é Umbanda, amor, devoção, emoção e fé, muita fé!
Sinceramente, quando Pai Ronaldo mostrou a foto desse primeiro encontro entre ele e Pai Zélio,  antes mesmo que ele dissesse algo sobre o assunto, pensei:
- Nossa!!! Parece o Chico Xavier!!!!
E sim, assim foi, Pai Ronaldo, muito emocionado, detectou de pronto a semelhança física entre esses dois abençoados enviados a nós pelo Pai Maior a fim de nos ajudar!
A semelhança é espantosa, porém, sabemos que almas boas e puras como as deles, que vieram em missão Sagrada à Terra, mais precisamente às nossas terras brasileiras, se assemelham sim, e muito, em suas mensagens, posturas diante da vida, talvez, por conta do ideal nobre que ambos nutriam, a semelhança tenha ultrapassado os ideais e se "plasmado" se é que posso assim dizer, no plano material. Vejam e concluam!
Nesse breve passeio pela História da Umbanda, relatada por esse homem simples, porém extremamente objetivo e inteligente, percebi como é importante a união dos Umbandistas. Sem se prender à formas ou influências, lutar pela Umbanda e pelo direito de exercê-la, como for mais adequado à cada um, é a melhor maneira de realizar algo grandioso, como é o caso do Santuário que vingou das pedreiras de nosso Pai Xangô e hoje exibe a mata exuberante de Pai Oxossi e das forças de todos nossos Pais e Mães Orixás!
Mais uma vez agradeço de coração! Bom vídeo! Axé! Saravá meus irmãos!
Annapon







terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

O Espiritismo De Kardec Aos Dias De Hoje. FILME COMPLETO

Olá!
Muito bom o vídeo abaixo. Relata de forma clara e muito bem interpretada, o surgimento do Espiritismo, doutrina seguida por muitos de nós, brasileiros.
Os ensinamentos dessa Doutrina são profundos, lições de vida e de vida além da vida terrena.
Espírita é a pessoa que segue a Doutrina codificada por Kardec.
Espiritualista é o que crê na manifestação dos espíritos, na reencarnação, sem com isso seguir a Doutrina de Kardec.
Vídeo que nos transporta no tempo, nos leva aos primórdios da Doutrina até os dias atuais. 
Recomendo e manifesto meu respeito por essa Doutrina que muito me ensinou e ainda ensina.
Annapon




sábado, 4 de janeiro de 2014

A Visão do Xamã


Olá!

Como é bela a simplicidade e quanta sabedoria há entre os povos mais simples desse nosso Brasil!
O mito está entre eles, o herói forma Xamãs através das histórias contadas e repassadas oralmente de geração a geração.
Perfeitamente integrado à natureza, o povo indígena segue vivendo malgrado a loucura das grandes cidades que os cercam e sufocam, de alguma forma.
É muito triste saber que esse povo sofre a ação do homem branco que, desconectado de sua essência, nada nem a ninguém respeita.
Pensar que o Xamã, que cura seu povo, sofre a ameaça dos venenos espalhados pelo homem branco através do mau uso dos recursos naturais é lamentável e desrespeitoso.
O Xamã é o médium da natureza e sua conexão com os animais é pura, coisa de espírito altamente iluminado.
Mais ou menos no meio do vídeo, há o relato de um jovem Xamã. Muito interessante a história dele, sua mediunidade, clara e pura, revela a simplicidade com a qual todos nós deveríamos encarar as coisas da alma, do além de nós aqui, encarnados.
Os relatos dos Xamãs me remeteu a uma lembrança ainda muita viva, de um "sonho" que tive a algum tempo.
Não sou Xamã, porém quem sabe, em outra experiência, eu talvez tenha estabelecido algum contato com a prática, talvez, só Deus é quem sabe!
Continuando, em meu "sonho" me vi dentro de uma caverna escura, havia porém, um buraco na caverna pelo qual um filhote de urso entrou, depois dele outro pequeno e logo atrás, a mãe. Senti medo mas mantive a calma até que o "chefe" daquela família, o macho, entrou e investiu contra mim. Senti muito medo. Lembro de ter pensado:
"Vou controlar esse medo, vou vencer esse medo".
E assim foi, a partir do momento que me dispus a enfrentar o medo, senti meus braços se abrirem e deles saírem feixes de luz coloridas, como fosse uma aurora boreal.
A partir daí, o urso se acalmou e passou a conversar comigo amigavelmente, me levou até uma espécie de sala, dentro daquela escura caverna, e me mostrou vários amuletos e seus significados. Não me lembro conscientemente, porém, de nada sobre os amuletos, as explicações se apagaram de minha memória.
É muito bonita a mediunidade dos Xamãs e sua integração com os espíritos da natureza.
A sabedoria é simples e só faz morada em corações amorosos. O Xamã é amoroso, respeitoso, conserva seu dom natural observando, vivendo e se doando.
Espero que as autoridades respeitem o povo indígena permitindo que sigam vivendo com a dignidade que têm por direito.
Temos muito a aprender com esse povo e a preservação da natureza está em suas mãos. 
Penso que o branco tenha uma dívida para com o povo indígena que precisa, e deve, ser quitada com respeito, sabedoria e acima de tudo, dignidade.
Todos somos um e todos precisamos dos outros.
Meu sincero respeito a todos os povos indígenas, filhos da Terra, dessa natureza que a todos alimenta, purifica e cura!
Annapon









linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

Seguidores