Olá

Bem vindo ao Coisas da Alma!

Despretensiosamente levando um pouco de espiritualidade ao mundo!

Conheça o http://aalmadascoisas-annapon.blogspot.com/, blog parceiro do Coisas da Alma.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Sai Baba

O AVATAR DA NOVA ERA
Bhagavan Sri Sathya Sai Baba nasceu em 23 de novembro de 1926 em Puttaparti, uma pequena aldeia do Sul da Índia. Desde pequeno, demonstrou extraordinárias qualidades e aptidões que claramente o destinguiam das demais crianças. Era extremamente prestativo e generoso para com todos; trabalhava desinteressadamente e, muitas vezes, levava mendigos para comer em sua casa. Seus companheiros o chamavam de Guru (Mestre), porque os dirigia em cânticos devocionais, antes de entrarem na escola, e os fascinava e divertia, tirando doces e brinquedos de uma bolsa vazia. Sua sabedoria e compaixão tinham o poder de produzir profundas mudanças de caráter e de comportamento naqueles que o seguiam.

Por volta dos 14 anos, após ser picado por um escorpião e ter ficado desacordado por vinte e quatro horas, acordou e comunicou a seus familiares e seguidores que na sua vida anterior havia sido o grande santo e avatar Shirdi Sai Baba (um dos maiores santos da Índia no final do século XIX e início do XX). No entanto, os familiares e amigos que estavam presentes não acreditaram nele. Então, o menino apanhou um vaso de flores e o jogou ao chão. Pedaços do vaso voaram por toda parte, e quando as flores caíram formaram as palavras "Shirdi Sai Baba".
Em seu leito de morte, Shirdi Sai Baba havia dito a seus devotos que renasceria oito anos após sua morte, numa determinada vila no Sul da Índia. Oito anos depois nasceu Sai Baba, cumprindo a profecia. O menino disse aos seus familiares que que desde esse momento seria conhecido como Sathya Sai Baba. O nome Sathya significa, em sânscrito, "Verdade" e Sai Baba significa "Pai e Mãe Divinos".
Aos 14 anos, no dia 26 de outubro de 1940, deixou a escola e comunicou a seus familiares que não mais residiria com eles, pois seus devotos o chamavam. Disse ainda que sua missão era promover a regeneração espiritual da humanidade, demonstrando e ensinando os mais elevados princípios, como a Verdade, a Retidão, a Paz, o Amor e a Não-Violência. Dez anos mais tarde, o número de seus seguidores havia crescido de tal maneira, que foi necessário construir um Ashram (local onde reside um Mestre com seus discípulos e onde se realizam práticas espirituais). Esse Ashram é conhecido como Prashanti Nilayam.
Em 23 de novembro de 1950, inaugurou-se o "Ashram" que seus seguidores contruíram perto de seu povoado natal. É conhecido como Prashanti Nilayam (A Morada da Paz Suprema) e com o passar dos anos se converteu em lugar de reunião de milhões de pessoas procedentes de todo o mundo, que buscam a elevação espiritual. Sathya Sai Baba habitualmente se mistura com seus devotos, orientando-os, consolando-os e incentivando-os em suas vidas, problemas e aspirações.
Sai Baba disse que sua vinda é uma encarnação tríplice de Avatar. Em sua vida passada, ele foi Shirdi Sai Baba. Nesta vida é Sathya Sai Baba. Ele encarnará mais uma vez como Prema Sai Baba. Sai Baba diz que viverá até os noventa e seis anos (na Índia o ano do nascimento é contado como o primeiro ano). Aos noventa e seis anos, ele passará para o mundo do espírito; oito anos depois, encarnará novamente como Prema Sai Baba. Ele chegou a materializar para um devoto um anel em que ele aparece em sua futura encarnação como Prema Sai Baba.
Seus poderes sem limites transcendem a experiência mundana e científica, por isso Sathya Sai Baba está além da compreensão humana. Na tradição antiga da Índia, tem uma palavra para descrevê-lo: "AVATAR", que significa "uma manifestação direta da Graça Divina" ou "Encarnação de Deus na Terra".
Sai Baba tem demonstrado, em diversas ocasiões, que possui os atributos divinos pelos quais se conhece um AVATAR: Onipresença, Onisciência e Onipotência. Tem, ainda, realizado milagres semelhantes aos de Jesus Cristo, demostrando estar além do tempo e do espaço e ter o domínio dos elementos e das leis naturais. Realiza curas e materializa objetos, como anéis, rosários, vibhuti (cinza sagrada) e outros, de acordo com a Sua vontade. Porém, seu maior milagre é a transformação interior das pessoas que a Ele recorrem com dúvidas, anseios ou problemas e regressam a seus lares com amor no coração e a resolução de levar uma vida mais elevada e espiritual. Ele diz:
"Meus milagres são meus cartões de apresentação. Dou às pessoas o que elas desejam, para que, mais tarde, me dêem o que Eu desejo: seu amor por Deus".
As pessoas, muitas vezes, perguntam: "Que religião pratica Baba? Ele estabeleceu uma nova religião? As respostas podem ser encontradas nas próprias palavras de Sai Baba:
"Não vim para falar em favor de nenhuma religião em particular. Vim para falar-lhes desta fé unitária em Deus, cuja VERDADE é UNA. Todas as crenças derivam ou são facetas dessa VERDADE."
"Todas as religiões são Minhas. Vocês não precisam mudar de religião. Continuem com seus próprios modos e práticas de adoração e, assim, se aproximarão cada vez mais de Mim".
A missão de Sai Baba não inclui a criação de uma nova religião, seita ou culto; pretende estimular e motivar o indivíduo na busca da Auto-Realização. As pessoas que têm suas próprias crenças devem se aprofundar nelas, sem se perturbarem, procurando realizar Deus em si mesmas. O caráter universal de sua missão está representado no SARVA DHARMA, o emblema da flor de lótus, com suas várias pétalas, que, simbolicamente, engloba todas as credos religiosos e também pode significar a reunião dos cinco valores humanos principais que são: Verdade, Retidão, Paz, Amor e Não-Violência, que fazem parte da natureza interna do homem, segundo Sai Baba, e que refletem a essência dos ensinamentos de todas as religiões.
Sai Baba veio para realizar a suprema tarefa de unir toda a Humanidade em uma só família por meio do vínculo do amor e da fraternidade e instruir a todos para que reconheçam a Divindade inerente em cada ser. Sai Baba diz:
"Vim porque os homens bons do mundo, o sábio, o santo, o aspirante espiritual, o guru e o piedoso clamavam por Mim. Regozigem-se os puros e os justos".
Sai Baba veio resgatar os valores humanos que esta civilização perdeu: a Verdade, a Retidão, a Paz, o Amor e a Não-Violência. Esses cinco valores contêm a essência da vida e são os pilares da mensagem de Sai Baba. Deles derivam todos os outros valores, sendo o Amor a base e a raiz de tudo.
"Pensar o Amor é Verdade. Praticar o Amor é Retidão. Sentir o Amor é Paz. Compreender o Amor é Não-Violência".
A fim de semear estes ensinamentos entre os jovens, Sai Baba criou um Programa de Educação em Valores Humanos, aplicado em escolas com milhares de alunos, em todo o mundo. Toda a sua prática está orientada para o desenvolvimento total e integral da personalidade do estudante, o fortalecimento de seu caráter e a sua auto-realização.
Os ensinamentos de Sai Baba ressaltam a importância do serviço desinteressado para o desabrochar da Divindade no homem. Baba diz:
"O serviço ao próximo é serviço a Deus. Quando vocês servem ao próximo, estão servindo a si mesmos, porque todos são Um. O serviço é o melhor modo de se encontrar a verdadeira felicidade na vida. Mas o desejo de servir deve surgir do coração, o fluir do Amor de Deus ali retido, sempre esperando para se expressar".
Sua inspiração e orientação tem proporcionado a formação de mihares de Centros Sai em todo o mundo, tem fundado colégios e escolas técnicas, centro de educação em valores humanos, universidades e hospitais.
O que é um Centro Sai?
Um Centro Sai é um lugar onde se reunem pessoas devotas de Deus, onde se cantam louvores e se estudam os ensinamentos espirituais de Sai Baba ou das principais Escrituras de todas as religiões.
Neles se deve prestar ajuda ao desvalido, ao enfermo, ao aflito, ao ignorante e ao necessitado, sem desejo algum de recompensa. Sai Baba diz:
"Os Centros não devem servir de foro para dar publicidade ao meu nome, nem para fundar um novo culto, baseado na minha adoração. O que se deve procurar nos Centros é suscitar o interesse pela oração, pela meditação e outras práticas espirituais, que conduzam o homem a Deus. Neles deve-se manifestar a alegria que provém do cantar e lembrar o Nome do Senhor, a paz que alguém pode experimentar quando o Bem o rodeia".
Os membros dos Centros Sai acham-se unidos, trabalhando na transformação que deve realizar-se no nível humano e por meios humanos. Com este fim, Sai Baba tem traçado um programa de grande alcance: serviço altruístico em favor do próximo, círculos de estudos, meditação, educação em valores humanos, etc. Seus membros provêm de todas as classes sociais e de diversos credos e culturas.
O que precisa para ser um membro ativo em um Centro Sai?
Unicamente um desejo intenso por descobrir a Própria identidade, a Paz Suprema, a Realidade Última.
Código de Conduta:
O primeiro propósito de um Centro Sai é o de estimular em seus membros o desejo de seguir o caminho espiritual que prescreve sua própria religião, até chegar a alcançar seus objetivos, necessitando para isso a realização de atividades de serviço que apoiem e promovam os grandes valores humanos. Com este fim, Sai Baba prescreveu um Código de Conduta para os membros de todos os seus Centros. Consta de nove pontos, a saber:
1) Dedicar-se à prática da meditação e oração diárias.
2) Realizar uma vez por semana uma reunião de Cantos Devocionais com os membros da família.
3) Os membros que tenham filhos deverão levá-los a participar dos programas educacionais dos Centros Sai.
4) Comparecer, pelo menos uma vez ao mês, às reuniões de Cantos Devocionais organizadas pelo Centro ou Grupo Sai.
5) Participar do trabalho de Serviço à comunidade e/ou dos programas da Organização Sri Sathya Sai.
6) Realizar estudo regular da literatura Sai.
7) Colocar em prática o programa "Limite aos Desejos" e utilizar as economias geradas para o serviço à humanidade.
8) Falar suave e amorosamente com todos.
9) Não falar mal dos outros, principalmente em sua ausência.
Para ser membro ativo ou voluntário de um Centro Sai não se cobra quota alguma de inscrição ou mensalidade, nem tão pouco se paga por nenhuma das atividades que se realizam no Centro.
Os Dez Princípios
Como um chamado para melhor entendimento e tolerância, animando os membros dos Centros Sai a servirem como exemplo, Baba anunciou Dez Princípios que formam a base para a "Integração Mundial da Humanidade". Esses princípios, que todos devem seguir, são os seguintes:
1) Amem e sirvam à sua Pátria. Não firam nem odeiam a pátria dos outros.
2) Respeitem todas as religiões com igualdade.
3) Reconheçam a fraternidade entre os homens. Tratem a todos como seus irmãos. Amem a Todos.
4) Mantenham seus lares e seus arredores limpos. Isto promove a saúde e a auto-estima.
5) Pratiquem a caridade, mas não alimentem a mendicância, dando dinheiro aos mendigos. Dêem-lhes alimentos, roupa, proteção e ajudem-nos a ajudarem a si mesmos (não estimulem a preguiça).
6) Não tentem a outros, subornando-os, nem se rebaixem aceitando suborno (nunca dêem lugar à corrupção).
7) Não estimulem o ciúme e a inveja. Tratem a todos da mesma maneira, sem levar em conta distinções sociais, de raça ou de religião.
8) Não dependam de outros para suas próprias necessidades pessoais; sejam seus próprios servidores, antes de se proporem a servir os outros.
9) Observem as leis de seu País; sejam cidadãos exemplares.
10) Cultivem o amor por Deus; afastem-se do pecado.
Em relação aos princípios anteriores, todos os membros dos Centros Sai Baba deverão ser um exemplo para os demais, guiando-se por eles e aderindo aos cinco valores humanos básicos: Verdade, Retidão, Paz, Amor e não-violência.
Como comunicarmo-nos com Sai Baba?
Todos os caminhos conduzem a Deus. A fé é a força de que necessitamos para abrir as portas que nos levam à felicidade. Baba diz:
"Chama-me pelo nome que seja mais fácil ao teu coração e Eu atenderei. Porque Eu sou todos os nomes e todas as formas são Minhas".
Muitas pessoas no mundo gostariam de levar a Sai Baba alguma preocupação, ou pedir-lhe, talvez, a cura de uma enfermidade, mas não podem, no momento, viajar à Índia. Em tal caso, podemos nos comunicar com Ele através da oração. Orando a Ele, ou à Forma e ao Nome de Deus que seja do nosso agrado, Ele escutará o nosso rogo e, de acordo com a Sua divina vontade, atuará em resposta.
Regozigemo-nos, pois temos a oportunidade ímpar de viver no mesmo século e sermos contemporâneos de um AVATAR e colhermos, pessoalmente, Dele, todas as lições e bênçãos, qual estivéssemos em pleno ano 30 da nova era, na Galiléia, às margens do Tiberíades, acompanhando JESUS em suas caminhadas e, da mesma forma, poder tocar Seus pés ou Suas vestes ou falar-Lhe e por Ele ser orientado. Incomensurável bênção é esta!
"Somente existe uma Religião: A Religião do Amor
Somente existe uma Linguagem: A Linguagem do Coração
Somente existe uma Raça: A Raça da Humanidade
Somente existe um Deus, e Ele é Onipresente"


 TEXTO EXTRAÍDO DO SITE ESOTERISMONET

Nenhum comentário:

Postar um comentário

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivo do blog

Pesquisar este blog

Seguidores