Olá

Bem vindo ao Coisas da Alma!

Despretensiosamente levando um pouco de espiritualidade ao mundo!

Conheça o http://aalmadascoisas-annapon.blogspot.com/, blog parceiro do Coisas da Alma.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Sabedoria de preto velho

Reconciliação

Curitiba, 17 de dezembro de 2007

“Não se preocupe, minha filha. Quando você superar essa dificuldade, virá outra maior”.

Pai João, em determinado momento, assustou-nos com esse comentário. Prosseguia:
“E não é, minha filha”? A dificuldade de hoje é só treinamento para os reais desafios de amanhã. O soldado mais capacitado, que venceu maior número de batalhas, está pronto para ser promovido e, como oficial, enfrentar problemas mais complexos. É para isso que a vida nos prepara...
Tome por base Jesus, que administra um planeta!
É por isso que a Bíblia diz que a quem possui, mais será dado, e aquele que tem pouco, ainda o pouco que lhe pertence será tirado. É nesse sentido que as palavras do Mestre devem ser entendidas.
“É preciso que desenvolvamos a capacidade de nos organizar melhor, administrar nosso tempo e nossas energias, pois Jesus precisa de servidores mais experimentados para sua vinha”.
Pai João tinha razão, por mais aflitiva que possa parecer a concordância com sua afirmação. É nas situações de incômodo e crise que produzimos o maior número de mudanças. “ A semente só brota em virtude das enormes pressões que sofre no interior da Terra”, lembra o pai velho.
Submetidos aos diversos constrangimentos das vivencias em sociedade, enquanto habitantes do mundo físico, somos compelidos a transformar o panorama íntimo.De tanto medir forças com a vida, numa tola e infinita disputa de poder, da qual fatalmente sairemos derrotados, rendemo-nos às forças superiores da existência. No momento em que cessa a rebeldia e intentamos vivenciá-la como uma inconformação construtiva e otimista, extraímos o melhor da crise – a superação dos desafios e, consequentemente, de nossos próprios limites, medos e preconceitos. Passamos então a fazer parte do grande concerto cósmico de cooperação com o Criador.
Em seus conselhos e observações, Pai João enfatiza muito a importância dessa reconciliação com a força soberana da vida, tão necessária para a conquista de nossa felicidade.
A casca, que chora, e o miolo, que geme, expressam o drama evolutivo. È preciso nos libertar das algemas que nos fazem infelizes. Seja qual for nosso passado, é tempo de libertação. Conservando-nos prisioneiros de um passado culposo ou de uma situação aflitiva, não conseguiremos nos sentir realizados.
Pai João de Aruanda
Meus filhos têm mania de se punir mais do que se estivessem no cativeiro e fossem obrigados a sentir o chicote do feitor. A diferença está apenas na forma. Punem-se ao não se permitir viver com alegria, harmonia e paz. Utilizam o chicote da culpa, e ai se estabelece a dificuldade.

Muita gente pode ser e ter muito mais do que aquilo que usufrui. Inventaram uma desculpa de humildade, que ninguém ainda possui, mas que muitos dizem ter. E, com a interpretação transtornada de alguns conceitos trazidos por Nosso Senhor Jesus Cristo, tem muita gente religiosa por ai, que se acha prisioneira de uma vida acanhada e miserável. A humildade não está na roupa que se
veste ou na voz mansa, ensaiada por muitos filhos ai pela Terra. Com o pretexto de serem humildes e religiosos, muitos desvalorizam a própria mensagem que abraçaram, com reservas desnecessárias.

Na verdade, minha filha, toda vez que você pode ser ou ter alguma coisa que seja boa e honesta e não se permite vivenciar tal experiência, que lhe fará crescer e lhe dará maior qualidade naquilo que você é ou faz, é que você está se punindo. A autopunição não é nada mais do que o impedimento para crescer, brilhar e ser mais feliz.

Quando você não se permite melhorar, tendo condições de fazê-lo, então está se punindo. E autopunição minha filha, é o resultado de sentimento de culpa, que se encontra ai, latente, em seu interior.
As pessoas religiosas, em geral, têm algo mal-resolvido com o dinheiro. Mas o dinheiro em si não é a causa de seus males nem dos males do mundo. É que o ser errou tanto no passado, ou tenta se passar na atualidade por humilde e desprendido, que, de uma forma ou de outra, não valoriza as oportunidades que Deus concede para maiores realizações.

Pare com isto já e invista em você. Invista no trabalho que você representa filha, na sua satisfação interior e não perca de vista jamais o fato de que você é herdeira de Deus, da vida e do Universo.

Dê maior qualidade e beleza àquilo que você faz; permita que o universo ajude você a vencer e descubra-se um vencedor. Pare de se menosprezar: se vista bem, viva bem, apresente-se melhor ainda e verá que, à medida que você investir em si mesma, a vida dará respostas cada vez mais claras às suas necessidades e impulsionará seu espírito rumo às alturas da realização intima. Seja feliz e não se puna com uma vida acanhada.

Estamos no século XXI, e não há mais lugar no mundo para gente tímida diante da vida. A vitória, sob todos os aspectos, é daqueles que ousam que enfrentam desafios e que se permitem ser felizes.

Tenha a coragem de investir em você mesma!!!!

Texto extraído do livro:
Sabedoria de Preto Velho
Autor: Pinheiro, Robson
Editora: Casa dos Espiritos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

Seguidores